02. Sakyamuni Nyorai

19/03/2010 22:56

Sua mão direita levantada representa que está nos chamando para chegar até ele em nossa busca por salvação. Sua mão esquerda descansa com palma aberta sobre o colo. Segurando o polegar com os quatro dedos, esta postura representa que Buda está apoiando e suportando firmemente àqueles que vieram a ele em busca de proteção. Ele os mantém próximo de si, portanto, eles não se dispersarão em erros e perigos.

O Budismo originou-se ao norte da Índia, região atualmente conhecida como Nepal. Foi neste local que o Buda Histórico (Príncipe Siddhartha, mais tarde conhecido como Gautama Buddha) nasceu e viveu no século VI A.C. Quando o Budismo chegou ao Japão entre os séculos VI e VII D.C. via Coréia e China, Siddartha passou a ser conhecido no Japão como Shaka ou Shakamuni, que significa o "Sábio do Clã Shaka" (seu clã de nascimento). No Japão, Shaka Nyorai (traduzido como Shaka Tathagata ou Shaka Buddha) é venerado entre vários grupos (seitas) Budistas, exceto o Jôdo Shinshu que venera Amida Nyorai) e a escola Shingon de Budismo esotérico (que venera Dainichi Nyorai).

Shaka é honrado como uma das 13 Divindades (Jobutsu) da Seita Shingon. Nesta escola Budista, Shaka preside o ritual memorial realizado no 14o. dia após o desencarne de alguém.

Objetivos e Votos

Mais de 2500 anos atrás, um jovem príncipe nasceu no norte da Índia e seu nome era Siddartha Gautama (que significa objetivo alcançado/completado). Sua família pertencia ao clã Sakya e, quando após anos de jornada religiosa, ele alcançou a Iluminação, passou a ser chamado O Sábio (Muni) do clã Sakya, ou Sakyamuni. Este é o título histórico do Buda Sakyamuni que foi o fundador do Budismo.

Cedo na vida, Siddartha ficou impressionado com o sofrimento neste mundo e com o sofrimento que experimentamos com o envelhecimento, com as doenças e com a morte. Ele deixou então seu lar e buscou aos mestres religiosos que poderiam ensinar-lhe o significado da vida. Por seis anos, Siddartha praticou os ensinamentos com austeridade dolorosa mas sem nenhum resultado religioso. Ele descobriu que torturar-se e a total abnegação eram inúteis na busca de entendimento e Iluminação. Ao invés de tentar controlar totalmente seu corpo, Siddartha então começou a controlar sua mente. Em uma manhã, enquanto sentado sob uma grande árvore Bodhi, ele alcançou a suprema sabedoria e compreensão, tornando-se um ser desperto, um Buda. Depois de sua experiência de Iluminação, Siddartha devotou o resto de sua vida indo de lugar em lugar, pregando a todos os que quisessem ouvir. Buda faleceu aos oitenta anos.

Mantra


Nômaku Sanmanda bodanan baku (japonês)

Namah samanta-buddhânåm bhah
(sânscrito)

Homenagem a todos os Budas! bhah (português)

Voltar

Contato

Budismo Japonês

© 2017 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode